quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Desanimozinho- desabafo profissional

É, mamãe deu uma desanimada...
Mas é passageiro... deve ser porque não fiz mais comprinhas pra minha pequena, este mês não poderei comprar mais... buááááááá!

Não tem jeito, preciso fazer um desabafo...

Caso 1: É que mamãe está desanimada no trabalho também. Não se indentificou com a empresa em que está. Trabalha no "Recursos Humanos"- assim o chamam- mas que não é bem assim. Na verdade é um departamento pessoal. Vou explicar as diferenças de ambos:
Recursos Humanos- É a área da empresa que visa as pessoas, está envolvida com benefícios, recurtamento, avaliação de desempenho e faz a parte social da empresa, sempre um canal entre funcionários/empresa e vice-versa. Foi por isso que mamãe escolheu esta área.
Departamento Pessoal- É operacional. Está diretamente ligada os funcionários/empresa mas seu foco são cálculos de folha, encargos, é a área mais impessoal. Mamãe também gosta de trabalhar no DP, mas...

A empresa na qual trabalho me contratou para trabalhar no recursos humanos, mas devo tratar os funcionários, ou ao menos deveria, com estupidez e rispidez, pois assim é a política da empresa.
Não posso entrar em mínimos detalhes, mas vejo o tratamento com minhas colegas de trabalho, especialmente as meninas da limpeza, fico mais decepcionada a cada dia. Não sou uma pessoa tão sensível,
 mas eu sinto sim doer em mim essas humilhações e falta de respeito! Pessoas que estão em cargos mais altos e que se acham no direito de fazer e falar o que querem para àqueles que aguentam humilhações em troca de salários para sua sobrevivência. Pessoas que aguentam humilhações pois precisam disso para se alimentar... sempre detestei abuso de poder.
Todos somos profissionais e não devemos aceitar humilhações. Já deixei empresas para trás por não sentir o respeito necessário, passei perrengue e prejudiquei minha experiência profissional, mas não tolero isso.

Caso 2: Bella, seu papai está desanimado com o trabalho. E acho que ele tem mil motivos pra isso! Tem pessoas querendo passar a resteira n'ele e ele está muito preocupado. Pior é que a área dele é muito restrita (ele cursou biólogo), ele não pode jogar tudo por alto e sair correndo...


Ufa... é isso aí. Mas depois de uns minutinhos bellinha chuta  e eu me derreto... rs! Talvez umas comprinhas tb me alegrassem...rsrs

Muito confuso este post, talvez se até mesmo eu voltar a ler daqui um tempo não o entenda...

Bjos.

18 comentários:

  1. Rsrsrs... É Clau, sei bem o que é essa situação... só que no meu caso, é o serviço público, que é ainda pior... pior, pq além de existir o "mau costume", existe a tal estabilidade... mas, enfim, o jeito é vc tomar uma decisão a respeito e em conjunto com o maridão. Torço pra que vc consiga um trabalho melhor, algo mais interessante pra se dedicar, pq o importante é a gente ser feliz. Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Clau..tb estou no mesmo barco...ok, nao tenho nada contra a empresa onde estou ha 7 anos, mas ja estou cansada do que eu faço, cansado de fazer sempre a mesma coisa...ja conversei com o marido que talvez eu nao volte apos a licença, talvez seja a hr de jogar td pro alto e buscar outra coisa, renovar, aceitar novos desafios..sei la...e acho que o periodo de licença vai ser super importante para pensar sobre td isso (se eh que terei tempo, rs). Bjs e boa sorte.

    ResponderExcluir
  3. Aí amiga trabalhar em um lugar que mostra o inverso de tudo que apreendemos é f!@#$%. Eu já passei por isso e não aguentei, pedi demissão. É ruim fazer algo que não concordamos. No meu e no seu ponto de vista, o funcionário é o bem maior da empresa e tem que ser valorizado. Mas na pratica nem sempre é assim.
    Não estou te aconselhando a fazer isso, mas sei muito bem o que você está passando.
    Espero que você consiga um emprego legal, eu sonho tanto com isso, trabalhar em uma empresa 100%, se Deus quiser ainda conseguiremos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. A adolescia todinha me imaginava trabalhando em aeroporto, e com 18 anos consegui, fiquei quatro anos no maior aeroporto do Brasil, no começo era o máximo, mais depois de um tempo cansei, vi que não era exatamente como queria, e em meio a depressão, começo de casamento e com apoio do Maridex saí de lá decidida a não mais voltar! Dificil mudar de emprego, ainda mais sabendo que carregamos no ventre a responsábilidade, né?
    Acho que deve conversar mto com o maridinho, é mta coisa a decidir!

    Bjinhos e boa sorte!

    ResponderExcluir
  5. Amiga, tbém nunca aceitei q pessoas fosse humilhadas perto de mim.
    mas sabe de uma coisa, mais cedo ou mais tarde estas pessoas pagam de alguma forma.
    Acho q vc deveria sim fzer a sua parte, continuar tratando as pessoas como vc gostariad e ser trata e principalmente como vc gostaria q tratassem sua filha futuramente.
    Sim, pq ela irá crescer e com certeza será uma profissional em alguma área da vida dele.
    Eu acredito mto na lei do retorno.
    bjokas amiga.
    qnt ao emprego do papais......
    Fala pra ele ficar ligado, ñ baixar a guarda, um olho bem aberto e outro fechado. Realmente ñ dá pra sair correndo, até pq em todo lugar existe quem presta e quam ñ presta.
    bjokas de novo. rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Amiga acho que a melhor coisa é conversar com seu marido, eu sai do meu último trabalho exatamente por não me senti bem. Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Conversa com maridez , vai ficar melhor !
    Sobre as comprinhas fica triste não , depois vc recompensa
    beijos ;*

    ResponderExcluir
  8. Força amiga, sei bem o que você está passando e toda essa situação somada aos hormônios da gravidez a bagunça fica maior ainda.
    Desejo muita sorte pra vocês dois!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Amiga o desanimo é normal, mas a quastão profissional não , isso é um absurdo . Mas tente relaxar , já vc estará de licenca maternidade .beijoss

    ResponderExcluir
  10. Desanima não, tudo fica bom, beijos

    ResponderExcluir
  11. É CHATO MESMO TRABALHA ONDE NAO SE SENTE BEM, MAS TENTE ATE TIRAR SUA LINCEÇA DEPOIS VC PROCURA OUTRO QUE TE SATISFAZ...

    BJUS

    ResponderExcluir
  12. Nossa...
    é horrivel trabalhar em um ambiente assim.

    Torço pra que tenhas uma melhor solução!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Nossa Clau, que chato! Mas ora que passa e Deus ajeita tudo. Que legal! Seu marido também é biólogo? Eu faço a faculdade ainda... Ele trabalha onde exatamente?

    Ora pra q Deus o ilumine e faste dele a maldade. Que abra as portas pra os dois no emprego.... BJS

    ResponderExcluir
  14. Clau no proprio site da loja tem alguns links que eles disponibilizam pra divulgar.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Amiga, tmb ando tão desanimada com meu emprego, só por Deus viu? Quero muitoooo engravidar, assim que fico lá maus um tempinho e depois começo a procurar outra coisa...Mas paciência né, ainda mais agora....Quem sabe na sua licença alguma coisa nova e melhor acontece por lá né? Tenha esperança amiga!
    Grande beijo pra vcs!

    ResponderExcluir
  16. Oi querida!! Te entendo perfeitamente ... na empresa em que trabalho é exatamente assim...por isso não me importei em pegar a licença! Não estou exatamente em repouso, pois meu afastamento é pela coluna, então o negócio é fazer fisio!!

    Como vc vai fazer quando a Isa nascer?? Eu quero ficar com a Hel^o por pelo menos 1 ano e meio!!!

    Beijooos

    ResponderExcluir
  17. Nem me fala em saudadeee!!! :)
    Fico longe do blog de boba pq amooo issooo!!!

    Faz a loka começa botar atestado fica uns dias em casa... Volta ao trabalho, mais uns dias em casa... Dae sai pra ganhar e quando retornar vê o que acontece, se te colocarem pra rua melhor! Vc fica um pouco em casa com a Bebê e volta depois, nem que seja em um novo trabalho!!! (olha a ideia da doida aqui!! ) ahahahaha, ngm merece trabalhar em lugar que não gosta!!! Sei que a gente precisa e o meu não é lá essas grandes coisas, mas grávida definitivamente não merece!!! :)

    Beijokinhas nessas duas meninasss!!!

    ResponderExcluir
  18. Querida acho que essa é realmente uma "das fases" da gestação...Falando sério mesmo, passei por estes perrengues, e o pior é que foi igualzinho. Será este mais um sintoma???? Bjocas

    ResponderExcluir

COMENTE!!! Deixe sua experiência, sua opnião, um "xero" pra nós!