sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Distanciamento social mesmo com ano terminando

 Seguimos com o distanciamento social.



Ainda que tudo tenha voltado a ativa, a escola não voltou. As aulas online não suprem toda a necessidade de contato e nem mesmo de conteúdo que a escola traz. Que sauuuudade da escola! E como penso que perderam em interação social, aprendizado com as relações sabe? Nem penso tanto no conteúdo... claro que é importante, mas não me prendo a isso porque tudo é recuperável depois, e a maioria está no mesmo barco. Até faço atividades extras em casa as vezes, para sempre estar aprendendo algo e quem sabe compensar alguma coisa.

Também não fomos ainda a shopping, cinema ou parque. Apenas na pracinha algumas vezes, no mercado umas 3x (demais vai apenas eu ou o pai mesmo), e casa dos avós que visitamos. Avô paterno muito cuidadoso, usa mascara, nos falamos de longe. Avós maternos não parecem estar numa pandemia, que Deus os guarde!

Começamos a se isolar em março, dia 14 especificamente. Isabella voltou a brincar na área comum do prédio em setembro apenas, antes disso descíamos 1x por semana para pegar um sol, 15 minutos, e sem contato com ninguém.

Mas em setembro foi inevitável, muitas crianças já estavam socializando e se reunindo, e Isabella passou a descer 1 ou 2x na semana.

Agora início de novembro o parquinho do prédio foi reaberto, e estou indo todos os dias com elas no horário mais vazio (horário do almoço).




Fiquei sem meus trabalhos fixos a partir de outubro, e por isso tudo o que estava pendente/parado por conta da pandemia retomei: consultas, exames, assuntos diversos.

Aos poucos vamos retomando tudo, menos a escola! Fico intrigada mesmo com isso...

Isabella fez um exame para testar covid em outubro na escola e deu negativo. Fizeram uma amostragem para ter uma noção, então acredito que todos em casa ainda não tenham contraído a covid.


Tem horas que nos sentimos acostumados a nova realidade, e tem horas que cansamos de tudo: de não passear, de usar mascara no calor, de não voltar à vida normal... Mas para nós está tudo bem, todos da família estão bem e nisso é o que mais importa.




quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Halloween 2020

 A data que Isabella mais gosta no ano: halloween.

Este ano com o distanciamento social precisou ser mais contido. Aí no prédio fizeram um cadastro dos aptos que queriam participar do doces e travessuras (as crianças passando e pedindo doces). Cerca de 15% participaram, assim as crianças puderam fazer a brincadeira.







Isabella de loira do banheiro e Isadora de bruxinha.





sábado, 16 de maio de 2020

Dias das mães 2020

Uma das atividades propostas pela professora nesta quarentena, ás vésperas do dia das mães:


sexta-feira, 15 de maio de 2020

9 anos de Isabella, nossa Gá

Chegaram os 9 anos da Gá em 01/05.

  • Ela está no 3º ano (ou estava, ou estará... a pandemia nos deixa sem saber).
  • Está com cabelo comprido passando da cintura, mas não gosta de pentear/desembaraçar.
  • Não é vaidosa, gosta de maquiagens só que mais pro influência de amigas, porque se deixasse nem penteava o cabelo...
  • Até hoje ainda é um problema pra tomar banho, se deixar fica sem tomar.
  • Tem vários problemas nos dentes, desde março (início da quarentena) já perdeu 5 dentes de leite, 2 deles formaram bola de pus e teve que extrair no consultório da dentista. Mas sempre têm problemas com cáries também, mesmo que cuidemos muito de sua higiene bucal.
  • Entende bem sua intolerância a lactose (sempre entendeu) mas ultimamente vêm querendo provar coisas sem lactose. Como já tem uma certa consciência aviso e deixo por sua conta em risco (só provar.
  • É curiosa, tagarela, gosta de fazer videos e fotos de si mesma. Não gosta do método tradicional de estudar: decorar matéria e tudo mais. 
  • Gosta de atividades de grupo, apesar de não entrar em acordo na maioria delas.
  • Quando se chateia, nada faz ela relaxar e continuar, interrompe tudo o que está fazendo e fica nervosa.
  • Ganhou de surpresa uma barbie articulada que tinha pedido desde final de 2019.
  • Ganhou também uns livros de filmes e séries que assistiu e gostou, para incentivar a leitura. Mas ainda assim, só lê se eu fico em cima...
  • Demonstra interesse em aprender inglês, espero que prossiga assim.
  • Está fazendo aulas online da escola regular, iniciou em abril.





quinta-feira, 14 de maio de 2020

2020 e a pandemia

2020 chegou, férias escolares, início de aulas, carnaval... e logo depois a quarentena.

Estamos a (perdi as contas) cerca de 60 dias em quarentena. Estamos com a rotina diferente, já cansados pelas mudanças (falta de escola, falta de passeios, sem sair ao ar livre, sem pegar sol, sem atividade física...) mas também estamos mais próximos, fazendo mais coisas juntos.

Consigo ver dificuldades deste período mas também as coisas boas: desacelerar. Estamos dormindo mais, sentando todos para jantar juntos, conversando mais. Porque temos menos compromissos e atividades.




sábado, 25 de abril de 2020

Nossas férias em 12/2019

Outro momento maravilhoso nosso: nossa viagem de férias. Foram 4/5 dias nos últimos dias de dezembro, mas suficientes para descansar e visitar um lugar muito bom: fomos para olímpia (SP) para visitar os maravilhosos parques aquáticos de lá, depois fomos para Piracibaca e passamos por São Pedro para ir no parque aquático de lá.
Foi uma viagem muito boa, dias em que estivemos juntos curtindo a companhia e se divertindo:

Rio de Piracicaba

Toboágua na boia

O Beach park tem uma área infantil maravilhosa

Gá e eu fomos nos mais radiciais

Primeiro dia de calcinha, depois tive que comprar calça e manga comprida para proteger

Isadora se divertiu muito



entrada do complexo de toboáguas do Thermas de Olímpia: fui no Yara com Isabella e ficamos presas no meio do trajeto na boia, por sermos leves kkk

Fomos ao parque e zoologico de Piracicaba

Fizemos uma caminhada, mas cidades do interior são muitos quentes, estávamos sentindo muito calor

sexta-feira, 24 de abril de 2020

5 anos da Isadora - 11/2019

Super atrasado, mas segue os registros dos 5 anos da Isadora.
Fizemos no salão de festas do vovô paterno:


Essa onda de slime...

vovô e vovó
Isadora dificilmente sorri para fotos


O Parabéns


quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Emetofobia: passamos por épocas difíceis

Isabella têm lidado com a sua fobia de vômito a um bom tempo já. Mas passou por 2 meses bem difíceis entre agosto e setembro.

Acredito que iniciou essa fase mais difícil por causa que a irmã passou mal no carro no início de agosto, desde então ela ficou muito mais ansiosa pelas situações que ela liga a possibilidade de vomitar: comer / andar no carro / longas distâncias / etc.

Ela que já não gostava muito de leite (se acostumou a tomar pouco) cortou de vez. Sempre frizei que o leite é um alimento pesado e ela acabou cortando.

Passou esses tempo reclamando de dores em diversas partes de corpo, especialmente no tórax. E sempre preocupada se poderia passar mal: deixou de ir à escola uns dias, crises de ansiedade por causa do medo, e isso desencadeava enjôos e náuseas, que deixam ela ainda mais nervosa com relação a isso.
Diante disso, fizemos vários exames e fomos à pediatra, gastropediatra e endócrino, para verificar se poderia ter alguma causa física, e nada foi diagnosticado.
Ela sentia uma necessidade absurda de estar comigo, com minha integral atenção. Foram dias bem difíceis. Tentei dar apoio, conversei muito e tentei compreender.
Estou buscando terapia para ela, tentando ajustar os horários porque sei que pra ela, pela sua sensibilidade, precisa ter esse acompanhamento.

Na ultima semana ela melhorou bem dessas crises de ansiedade, primeiro porque o pai conversou seriamente com ela, que apesar dele estar menos em contato no dia  a dia, já estava sem paciência com essas dificuldades que ela vinha trazendo, pois estava afetando a vida produtiva dela e a nossa. Dá um certo desespero saber que que a gente ama não está bem. Depois de muitas conversas, e ela estar muito empenhada nos ensaios do fit dance, além de ter se envolvido em uma atividade escolar na qual era a coreografa da turma, ela demonstrou uma boa melhora na ansiedade excessiva.

Espero que ela esteja lidando melhor com isso, e que continue  a lidar sempre com sabedoria.