quinta-feira, 7 de abril de 2011

Reflexão (pessimista) da nova mamãe

Hoje acordei desanimada...
Mesmo sentindo o remelexo da minha Isabella.

Não sei de onde veio, mas sentí uma vontade imensa de chorar... vim chorando no metrô, quis chorar no trabalho... coisa esquisita.

Mas nada como uma noite de sono pra melhorar, sei que isso são desvaneios da gestação e da nova responsabilidade de tornar-me "mãe".



Fico angustiada só de pensar que precisarei de alguém para me ajudar, em qualquer coisa. Eu não queria isso, e justamente por isso queria um parto normal, para me recuperar mais rapidamente e cuidar da minha princesa sozinha, além da casa, do cachorro, das contas, etc...
Sempre fui independente, não por escolha, pois desde criança aprendi que seria melhor assim. E foi ótimo para mim ter essa independência, pois não sofri esperando nada de ninguém. Meu lema é "se quiser bem feito, faça você mesmo".

Acho que sinto angustiada porque algo pode sair do meu controle sabe, não sou eu que poderei decidir tudo, eu não estarei 100% todo tempo para resolver tudo... fico pensando onde isso vai parar...



Eu já mencionei aqui que não tenho um relacionamento tão aberto com minha mãe, e além disso perdi minha sogra querida, que me ajudaria muito, e além disso marido está distante, sofrendo pela perda ma mãe. Me sinto tão egoísta de pensar que ele deveria estar mais presente... eu respeito a dor dele, mas não acho que esteja distante SÓ por causa da mãe. Desde o início ele achou um peso pensar que teria que ficar disponível para mim no pós parto, digo isso pelos comentários que já ouvi... E eu não quero ser peso para ninguém. Ele espera que minha mãe esteja comigo todo este período, mas o que ele infelizmente ainda não parou pra pensar é que minha mãe não é como a dele foi...

Mas tanta gente tem que se virar nos 30 sozinha neh? Por isso dá vontade de gritar: me Deixem! Eu me viro.

Ai, quanta caramilhola na cabeça!

Acho que estou muito distante de Deus, e isso é que está me fazendo mal. Porque com ele somos mais que vencedores e nunca estamos sozinhos! 

E sozinha não estou neh, a Bella me faz companhia diariamente...

16 comentários:

  1. Ei amiga ficar depre é normal, mas olha eu fiz cesariana e cuidei do meu bb sozinha sem problemas viu, hoje não é mais como antes, só na maternidade que fiquei mais deitada, mais isso tb foi pouco, só precisei de ajuda pra coisas de casa do meu filho eu fiz tudo, e achava que só seria bem feito por mim rsrs, até nas trocas de fraldas, fica tranquila que não é nenhum bicho de sete cabeças, que vai ter que ficar deitada o tempo todo que não funciona mais assim, só os dois primeiros dias na maternidade, depois tira de letra, vc vai ver, no max ajuda pra levantar rsrs, fora isso é tranquilo, pensa no rostinho lindo que te espera, nos sorrisos gostosos e impagaveis que ela vai te dar, e o resto nos mulheres superamos tudo!!, bjão.

    ResponderExcluir
  2. Amiguinha gravidinha,

    posso falar ??? passei por muitas destas caraminholas tb .... posso adiantar que seu marido só vai saber que realmente tem um bebe ai e o peso que isto tem no dia que a piquena nascer ... eu tb não queria ninguem, não sei pq, só sei que não queria e por permissão de Deus no final o parto normal aconteceu e eu realmente não precisei de ninguem (nem do maridão) já cheguei da maternidade no dia seguinte arrumando a bagunça para receber as visitas que alias não aconteceram .... vc acredita que por muitas vezes eu me pegava pensando se eu amaria a minha filha o mesmo tanto que eu amava meu irmãozinho (olha só para isso) ... eu sabia que amava ela e tal mas as angustias e duvidas sempre apareciam... e posso te dizer são amores diferentes mas tão grande quanto .... vc fez o melhor gritar o que esta sentindo !!! guardar sentimentos nunca é bom !!!!

    ResponderExcluir
  3. Olha, nao conheço vc nem sou gravidinha, mas sou mãe de 2 filhos, tenho uma Isabella de 7 anos e um menino de 4! É normal os medos, é normal esses sentimentos e tenho certeza que com ajuda ou não, vc será uma ótima mãe e saberá como e quando fazer. Eu tive 2 cesareas, me virei muito bem, mesmo no 2ª parto quando minha filha tinha quase 3 anos e precisava ainda de mim, minha mae ficou doente, nao podia me ajudar, minha sogra era de cama, enfim, todos sobrevivemos, rs!
    E saiba que se vc chegar até Deus, Ele se achega até vc e cuida de todos esses medos. Se vc quer que seu marido ajude vc, começe a orar, peça a Deus para tocar no coração dele, nao cobre, nem brigue, mas com oração podemos vencer muitas batalhas! Que Deus abençoe vcs sempre! bjs

    ResponderExcluir
  4. Claudinha querida, embora o dia não esteja muito colorido para mim... e tbm já chorei aqui no trbalho, vou tentar te animar.
    Não fique assim não, tenho certeza que vc é uma mulher forte e vai se recuperar logo do parto, e vai está sim cuidando da filhota, do maridão e da casa com todo amor e dedicação.
    Será que quando a Bella for pra casa, papai não muda de idéia? Ele deve está inseguro, sem saber como agir.
    Vc cuida da Bella e de vc, e ele cuida do cachorrinho e da casa.
    Florzinha, tudo ficará bem vc vai ver. Não fique preocupada não.
    Nosso Deus está no controle e cuidando de tudo!
    Fica bem e se cuida
    abraços
    Rafa

    ResponderExcluir
  5. Amiga os medos são normais, eu tbm sinto isso, minha mãe tbm sempre foi muito distante na minha vida, mas depois que engravidei ela me ajuda e muito e tem coisas que ela se anima mais do que eu, pense na sua Bebela, linda que está quase chegando para seus braços, não acho egoismo vc está querendo seu marido um pouco mais perto, além dele ter perdido a mãe, mas o momento que vcs estão vivendo é único, tente conversar com ele. Beijocas e se cuide.

    ResponderExcluir
  6. Lindinha... Isso é coisa de mulher msm... tempo "depre" e acho que por esta gravidinha isso se agrava! Mais em Jesus há plena alegria.. Vai para um cantinho quetinho e ore ao Senhor coloque para ele todas as suas aflições... O Senhor conhece todas elas, mais ele é necessário que confessemos que somos totalmente dependente Dele... Vc pode ter se tornado independente dos seres humanos, mais de Deus é impossivél... Estarei orando por vc e pela Bellinha... Tenho certeza que o Senhor enviara a ajuda necessaria há vcs em tempo oportuno...

    Graça e Paz!
    BjS!

    ResponderExcluir
  7. Aiii flor, tem dias que fico assim chorosa, choro por nada.. pareço uma boba no onibus chorando.. rsrs
    Mais eu te entendo perfeitamente tmb não tneho ngm aqui pra me ajudar no pós parto, e nem sei se meu marido vai está aqui pra me ajudar, pq ele trabalha viajando... mais talvez a mãe dele venha me ajudar, só que eu nem conheço ela pessoalmente não sei como vai ser...

    Ah respondendo sua perguntinha eu moro em Florianopolis...
    Beijinhoos

    ResponderExcluir
  8. Oi Linda!
    Tbém passei por momentos de angustia na gravidez, acho que é a insegurança, o medo do novo que toma conta de nós. as não esquenta vc. terá forças suficiente para cuidar do seu pequeno, com ou sem ajuda.
    Tenha fé!!!
    Bjokas!!!
    Fika bem!!!

    ResponderExcluir
  9. Claúdia... Sei bem como está se sentindo... Tbm sempre fui muito independente e nunca quis precisar muito das pessoas, me angustiei durante a gravidez em saber q isso ia mudar. Infelizmente nao pude escolher meu parto, pois tive hipertensão e ou era cesário ou cesário mesmo. Mas assim, eu tive uma recuperação ótima e apesar de minha mãe ter ficado na minha casa nos primeiros 1 dias, eu cuidei de Sophia desde sempre.
    Mas assim, vai tentar aceitar as coisas, pq depois que o bebe nasce tudo muda mesmo viu? Não quero te colocar medo, apenas q vc saiba da realidade. Isso ainda me angustia, mas eu penso q tudo isso vale a pena pelo bem estar de Sophia.
    Qto ao papai, não se angustie. Esses sentimentos são comuns, vc tá carregando a Bella contigo e já é mãe, mas ele só será pai mesmo qdo ter a filha nos braços pela primeira vez, e poder sentir de perto a grandeza desse amor.

    Conte comigo sempre que precisar. Pelo menos pra desabafar, pq a distancia infelizmente nos separa de um abraço. Rsrs

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Corrigindo... Minha mãe ficou comigo nos primeiros 15 dias.

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. olá tb estou sentindo esse mesmo medo q vc. Não tenho a mínima noção de como cuidar de um recém-nascido molinho, e tremo ao pensar na primeira noite sozinha com ele. Minha mãe ,antes ,podia me ajudar, mas meu pai adoeceu há alguns meses, e é como um recém nascido que precisa de cuidados. A minha sogra é a mesma coisa.O meu marido trabalha no interior e só está em casa na sext, sab e dom. Mas na verdade, só queria a minha mãe, como ela não vai poder me dar total assistência, prefiro ficar sozinha. Ela cuidou sozinha de mim e dos meus irmãos, então acredito que sou capaz tb.Quero aprender tudo para não depender de ninguém.Li um discurso, há algum tempo e realmente acredito nestas palavras. espero q te conforte!!
    "Mães desfrutem intensamente esse papel que é unicamente de vocês, e pelo qual até mesmo os céus enviam anjos para zelarem por vocês e seus pequeninos. "Jeffrey R. Holland . Acredito q não estaremos sozinhas, Deus realmente velará por nós.bjusss
    ass: Maria

    ResponderExcluir
  12. Claudinha,

    Te entendo perfeitamente, sempre tive o mesmo lema, sempre gostei de me virar sozinha, fazer tudo sozinha, nunca quis esperar/precisar de ninguém, gosto eu mesma de fazer minhas coisas, tanto no meu trabalho como em casa...enfim...qd tive o Davi realmente precisei MUITO, não só fisicamente, mas psicologicamente do meu marido, ele não tirou a tal da licença paternidade, mas nos momentos em que estava em casa ele me ajudava muito...sem dúvida seu marido pode estar muito triste ainda por causa da mãe dele, mas acho que conversando vcs podem se entender né?!Afinal acredito que qd ele ver a princesinha de vcs muita coisa vai mudar...isso sem a menor dúvida...!!!

    Converse com ele e não se sinta egoísta em expor isso a ele...afinal vc tb gostava muito da mãe dele...

    BJS!!

    ResponderExcluir
  13. Claudia minha linda, antes de tudo, saiba que Deus escreve certo por linhas tortas. A chegada da Bella vai ser mais tranquila do q vc imagina, pois nessas horas parece q Ele faz mágica e coloca pessoas maravilhosas no nosso caminho ou modifica pra melhor aquelas q já conhecemos.
    E outra: nada de pensar que cesariana é bicho de 7 cabeças! É uma cirurgia simples, com 20 minutinhos ela é concluída. A única ressalva q vc deve seguir à risca, é o tempo q vc deverá permanecer sem levantar ou movimentar bruscamente a cabeça após a anestesia, pra evitar descompressão na medula (essa é a causa da dor q tantas falam da cesariana). Muitas mamaes q fazem parto normal optam por anestesia e tem q tomar os mesmos cuidados de quem fez cesariana. Converse isso com o anestesista e ele te explicará tudo. O que a grande maioria das mamães se queixam tb é a enorme quantidade de visitas após o nascimento do bb. Isso faz com q muitas movimentem a cabeça, falem e não respeite o tempo de descanso da anestesia. Eu aqui já decretei, não aceito visitas. Só entra no meu quarto meu marido e minha secretária do lar.Ninguém mais, quem me achar chata , problema, pois quem vai sofrer as dores sou eu.
    Eu optei pela cesariana e mesmo que eu tenha condições de fazer parto normal eu não quero. Sou mole pra dor, e qualquer coisa minha pressão vai lá pra baixo, prefiro não arriscar. As defensoras do parto normal podem fazer fila pra atirar pedras, mas eu não ligo. Eu até as admiro e gostaria de ter tamanha coragem rsrsrs. Conheço muitas mamaes q fizeram cesaria e no outro dia já davam banho no bebe, conheço umas q ficaram mal, mas os motivos eu citei quais foram né? Portanto descanse bastante após a cirurgia (muitos médicos dão um calamante pra dormir após o parto) e vc vai ver q no outro dia estará novinha em folha. Esforço físico nem pensar nos primeiros dias, nem as mamaes q fazem parto normal faxinam a casa na primeira semana. E um pouco de bagunça não mata ninguém, neh? Uma opção é vc pedir pro maridex te ajudar a dar um grau no ap dias antes da chegada da Bella. Então relaxe linda, pense somente na Bella e na alegria q ela vai te dar. O resto vai se encaixar, vc vai ver!
    Eu aqui tb sou muito só, não tenho ninguém. Só marido e minha empregada. E eu já passei por essa fase sua de insegurança. Portanto isso passa.
    Amiga,eu tb tive muito problema com o maridex... ele nunca quiz ter filhos e tb já me passou coisas na cara q me magoaram muito. Mas com muito jeito e com o tempo eu consegui contornar muita coisa...e melhorou da água pro vinho! No momento, estamos brigados. Faz uma semana q praticamente não nos falamos e nem durmo no quarto com ele, pq ele anda reclamando de tudo, parece um eterno insatisfeito, e eu cheia de incômodos ainda tendo q ouvir? Me poupe neh? Isso começou desde o chá de bebê, pq eu não convidei a mãe dele. Eu falei q eu não chamaria mas q ele ficasse a vontade pra chamar. Pronto desde então o homem tá azedo, como se eu tivesse culpa q a mãe dele não se dá bem com ninguém , e já falou abertamente q não gosta de mim nem do Raul por ele ser meu filho! Afff, durma com uma dessas viu? Antes de ontem tiramos as fotos do book e ele com a cara mais azeda do mundo. Ele ficou com cara de enterro nas fotos, isso me deixou mais triste ainda, com vontade de chutar o pau da barraca e sumir do mapa. Masss agora tenho um serzinho dentro de mim q precisa q eu esteja equilibrada e seja forte. E amiga, o Raul me faz tirar forças não sei de onde . Hoje chorei pela manhã, sinto falta daquele marido carinhoso e divertido...me sinto triste por essas brigas no fim da minha gravidez, e tava tudo tão bem. Mas não tenho nada a fazer a não ser dar tempo ao tempo e pedir a Deus que essa fase acabe logo. Desculpe jogar meu problemas pra vc linda...

    ResponderExcluir
  14. Than e Anna Laura8 de abril de 2011 11:21

    CLAU, AI AMIGA ESSE TIPO DE BESTEIRA PASSA NA CABEÇA DE TODA GRAVIDA, PRINCIPALMENTE NESSA FASE, O FINAL! SOBRE PN OU PC E RECUPERAÇÃO, CLAU, FALO POR MIM, QDO A ANNA NASCEU, DE PC, EU TB ME DESESPEREI PQ EU TB TERIA Q ME VIRAR SOZINHA, MAS SABE, EU CONSEGUI CLAU, MESMO SOZINHA! MESMO CHEIA DE PONTOS....VC TB VAI CONSEGUIR! ESSE TIPO DE INSEGURANÇA É EXTREMAMENTE NATURAL! NAO SE CULPE E NEM SE JULGUE EGOISTA, PQ VC NAO É!

    beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi querida!
    Olha eu tbm ando acordando assim ultimamente, com vontade de chorar, com medo do que me aguardar, com medo de depender dos outros pra tudo, mesmo meu marido me ajudando como pode e sei q ele me ajudará do jeito q ele pode no pós-parto, não terei minha mãe tbm pra me ajudar, não q ela SEJA distante, mas ela MORA longe e têm sua vida, trabalha, têm meu pai q é idoso pra cuidar, então eu tbm penso, vou me virar sozinha sim e minha Isabella já faz diferença na minha vida, converso com ela qdo tô triste, ela começa a pular e já me animo é por isso q estou aki é por ela q estou aki.
    Então não fique triste amiga, td dará certo e vamos conseguir superar esses obstáculos.
    Beijos bom fds!

    ResponderExcluir
  16. Oi amiga!
    Acho que esse fim de gestação tem enlouquecido todas nós né?!Ate eu que nunca fui de me sentir fraca e insegura,tenho estada cheia de melecas na cabeça à uns dias!Mil coisas passando pela cabeça,medo de ter que depender 100% de marido,medo de precisar e ele falhar com pai ou como companheiro,medo de não dar conta do recado,fora a certeza de que não posso contar com a minha mãe pra nada e a pessoa com quem eu poderia contar que é meu pai está beem longe.Sei que marido vai fazer o que pode mas é bem pouco pois ele trabalha muito,sei que é por nós pois mesmo ele trabalhando tanto ainda fica apertado,mas falta uma compania,ficar sozinha a gestação toda,só tenho alguém em casa por poucas horas e são horas dormidas,dá na mesma que ficar sozinha,procuro outras coisas pra fazer,costuro,arrumo as roupas e o quartinho da Nachan,cozinhos,invento coisas mas sempre sozinha,fico pensando depois que ela nascer vai ser assim também,só eu e ela,que nem mãe solteira.Não reclamo pra ele pois sei que ele ficaria se sentindo culpado e também não posso reclamar no blog pois ele lê sempre,você esta com a cabeça cheia de problemas e eu fico aqui falando dos meus...rs Desculpa linda. Logo mais nossas gatinhas estarão aqui preenchendo as nossas vidas e ensinando muita coisa pra nós e tudo isso vai ser passado,um dia vamos rir dessas neuras de medo do parto e de todos os outros medos,somos mulheres,isso tudo esta no sangue,esta no instinto.
    Bjinhos amiga e acalma seu coração

    ResponderExcluir

COMENTE!!! Deixe sua experiência, sua opnião, um "xero" pra nós!